O que a pandemia fez com seu negócio?

O que a pandemia fez com seu negócio?

2020 com certeza será um ano inesquecível, principalmente para os empreendedores.

Em meados de Março o Brasil se viu assombrado pelo Covid-19, que já estava presente em centenas de países. Em pouco tempo, dezenas de cidades brasileiras declararam quarentena e as empresas se viram tendo que trabalhar em “home office”, delivery; ou simplesmente tiveram que fechar as portas. 

O que parecia acabar em poucas semanas, se estendeu e mostrou que pandemia era algo bem mais sério do que todos pensavam. Após poucas semanas, não era só a doença que se espalhava por todos os locais, fazendo vítimas todos os dias. Milhares de empresas precisaram se reinventar e descobrir formas de continuar com seu sustento. 

Quais foram os reais impactos nas empresas

Já na primeira quinzena de julho, o relatório realizado pelo IBGE constatou que das 2,8 milhões de empresas em funcionamento na data, 44,8% declararam ter sido afetadas negativamente pela pandemia. Somente para 28,2% a pandemia teve um pequeno impacto ou até mesmo inexistente. Os outros 27% disseram ter um impacto positivo em seus negócios. 

O setores mais afetado foram, respectivamente, os seguintes : 

  1. Serviços: 47%
  2. Comércio: 44% 
  3. Indústria: 42,9%
  4. Construção: 38%

E a reação das empresas frente a isso

Outra pesquisa, essa realizada pelo SEBRAE, mostra que 58,9% das empresas precisaram, em algum momento, interromper o funcionamento temporariamente. 31% mudaram o funcionamento, somente 6,6% não mudaram sua forma de atendimento e infelizmente 3,5% tiveram que fechar de vez. 

Dessas empresas que mudaram seu funcionamento é que aparecem algumas possíveis inovações. 41,9% começaram a somente entregar ou atender online e 41,2% trabalharam em horário reduzido. O famoso home office ficou com 21,6% das empresas e o rodízio de funcionários ocorreu em 15,3% de empresas e somente 5,9% aderiram ao Drive thru. 

E essas informações mostram algumas coisas 

Esses dados mostram que a maioria das empresas abriram os olhos para as mudanças. E esse é o futuro das empresas nos próximos anos, a necessidade de constante reinvenção. 

Estamos observando uma tendência a uma segunda onda do covid-19, o que mostra que as mudanças não devem parar agora, só temos previsão de fortalecer mais ainda os hábitos criados durante a quarentena. 

O que fazer agora?

Por isso, se até então não estar na “internet” não era um problema para a sua empresa, a partir deste ano, isso será o mínimo para qualquer empresa. Não precisa necessariamente ter um e-commerce, mas é entender essa nova dinâmica do virtual em nosso dia a dia. 

Espaço físico? Já  pensou que a sua empresa não necessariamente precisa de um escritório para sobreviver, essa também pode ser uma opção para o balanceamento das finanças.

Com relação ao marketing propriamente dito, preste atenção no que está em alta agora. Segundo a pesquisa Podcast Stats Soundbites, do Spotify, o Brasil é o país do podcast e no último ano essa forma de comunicação teve grande crescimento. Por que a sua marca não pode estar lá? 

Esse não é um post para te falar o que fazer, mas sim ajudar a mostrar que existe soluções além do que você já faz, e elas também são boas. Quais foram as inovações que você já aplicou em sua empresa? Separe um tempo para pesquisar, estudar e ver onde sua empresa pode começar a inovar, seu negócio agra

COMPARTILHE
Share on facebook
Share on email
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on google
Share on linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *