Como definir e segmentar o seu público?

Como definir e segmentar o seu público?

Você sabe quem são os seus clientes? Sabe onde eles estão e o que querem ver?

Essas perguntas parecem bem simples e óbvias, mas fazem toda a diferença na hora de criar o seu conteúdo. Ter essas informações em mãos, vai permitir que você trace estratégias eficientes e que realmente tragam bons resultados para o seu negócio.

Sim amigos, não adianta nada ter ótimos produtos e serviços, se o seu público não demonstra interesse por eles. Das duas uma, ou você não está sendo visto ou então não está convencendo as pessoas. Portanto, definir, entender e conhecer os seus clientes são etapas necessárias para construir uma relação duradoura com eles, e assim garantir boas vendas!

Para te ajudar na definição do público-alvo, nós separamos 4 dicas incríveis.

1-Pesquise o mercado.

Conhecer como o mercado funciona te dará o conhecimento necessário para que você entenda melhor como funciona o processo de consumo. Vale a pena dar uma pesquisada sobre como a concorrência atua. Assim, você pode descobrir algum diferencial a ser oferecido e que pode eventualmente desbancar seus rivais.

Uma boa forma de fazer isso, é se ver primeiro como consumidor antes de empresa. Faça experiências de compra nos concorrentes, para assim identificar quais são os pontos fortes e fracos de cada um, visando assim encontrar oportunidades não aproveitadas para se destacar. Uma vez tendo dominado o mercado, fica bem mais fácil de entender como o público-alvo pensa.

2- Converse com gente interessada.

Se você precisa fazer uma pesquisa, nada melhor do que dispensar intermediários e falar diretamente com as pessoas! Com as redes sociais, isso ficou muito mais fácil. Hoje em dia, já não precisamos mais pegar uma prancheta e sair na rua abordando as pessoas (ainda bem rs). Se a sua empresa possui um perfil no Instagram e no Facebook, basta abrir uma caixinha de perguntas e assim coletar as informações de que precisa.

Através dos resultados obtidos, você pode refinar as suas ações e até mesmo o seu produto ou serviço, buscando sempre tornar a experiência mais atrativa para o comprador.

3- Crie grupos de segmentação para o seu produto/serviço.

Pense que você criou algo muito bom e que trará soluções para os problemas de muita gente. Pensou? Agora imagine também que dentro do seu público, já existem pessoas que conhecem bem o que você tem a oferecer, enquanto têm aqueles que não conhecem ou então sabem muito pouco. Viu como há uma diferença? Raramente o seu público-alvo será homogêneo (completamente igual), por isso é importante gerar materiais para todos esses grupos.

Essa segmentação pode ser feita, separando as pessoas por nível de conhecimento sobre o produto/serviço ou alguma outra característica como: profissão, idade, lugar onde mora…etc.

Uma vez que os grupos estejam criados e separados, você precisa entender a necessidade de produzir material especializado para cada um, de modo que todo mundo te entenda e tenha vontade de consumir o que você está oferecendo.

4- Defina a sua persona

Uma vez que você tenha finalmente conseguido definir qual será o seu público-alvo, está na hora de definir a sua persona. Vamos dar um exemplo disso a seguir:

O seu público corresponde a professores da rede pública de 40 a 50 anos, cuja renda mensal gira em torno de até R$ 3.000,00 ao mês.

São informações interessantes, mas só com isso fica difícil definir uma estratégia para customizar uma campanha e atingir esses consumidores, não acha? Agora, se você buscar uma informação mais completa e específica, pode conseguir traçar estratégias de venda muito mais eficientes.

É JUSTAMENTE PARA ISSO QUE SERVE A CONSTRUÇÃO DE UMA PERSONA!!!

Desculpe pelo grito, mas é só para você não esquecer haha. Em suma, a persona é a construção de um cliente ideal, uma pessoa fictícia que é pensada baseada nos dados coletados através das pesquisas que foram anteriormente citadas. A seguir, te oferecemos uma diferenciação mais clara entre o que é a persona e o que é público-alvo:

PERSONA

  • Definição específica
  • Personagem único
  • Detalhes sobre hábitos de consumo e de trabalho
  • Consumidor ideal (fictício)

PÚBLICO-ALVO

  • Definição mais abrangente
  • Não se trata de alguém específico
  • Não fala sobre hábitos específicos
  • Grupo heterogêneo de pessoas que podem se interessas pelo produto/serviço
COMPARTILHE
Share on facebook
Share on email
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on google
Share on linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *